domingo, abril 15, 2007

Pois bem, estas últimas semanas decidi voltar às minhas origens e fui visitar o convento que está mesmo em frente a minha casa, onde nasceu a minha mãe e onde passei tanto tempo da minha infância a brincar. É obvio que na altura não me apercebi do verdadeiro valor do sitio onde jogava às escondidas e roubava fruta, por isso, e para me "redimir", decidi explorar um bocadinho mais a fundo a história da Quinta do Convento, já que também faz parte da minha.
A fundação do mosteiro foi feita no período visigótico, séc. VII. Segundo uma inscrição no claustro o mosteiro foi destruído no ano 1000 pelo chefe árabe Almancor, sendo reconstruído em 1018 sob o patrocínio de Ganfried ou Ganfei, um cavaleiro francês que se tornou santo, derivando do seu nome o nome da povoação e do mosteiro.
No século XVIII construíram-se as novas fachada e capela-mor, mantendo o restante da traça românica.
A igreja que está anexada à quinta remonta ao século XII, tendo sido remodelada nos sécs. XVII e XVIII. Esta igreja pertenceu à ordem Beneditina e hoje em dia está classificada como Imóvel do Interesse Público, assim como a quinta.
Quanto às condições das infraestruturas, como se pode ver nas fotos, não são as desejáveis, há mesmo partes que desabaram e outras que estão auxiliadas de estruturas de ferro.
N.B.Estes tonéis datam de 1905 e encontram-se numa área restrita ao público.
Curiosidade: A Quinta do Convento encontra-se neste momento à venda, eu só estou à espera de ganhar mais uns trocos, compro aquilo e mando reconstruir...
Acho que é só, as fotos estão um pouco desorganizadas, mas espero que gostem...
Daquela janelinha vê-se o pátio do lado de trás, onde estvam os chafarizes e os campos.


Chão do segundo andar...


O que suponho que tería sido uma adega, agora em ruínas...
Outra perspestiva da possível adega...

A porta em baixo à esquerda vai dar ao que devia ser uma adega, suponho eu (foto acima). A porta da direita é o acesso ao andar de cima, onde seríam os quartos e uma cozinha.


Aqui suponho que fosse uma espécie de sala de estar das freiras...
Uma das pequenas varandas para o pátio. No centro costumava estar a fonte que agora está no largo em frente à Câmara Municipal de Valença.


Este é o segundo piso do Convento, como dá para ver está completamente em ruínas, mas continua a ter uma história para contar...
Quinta do Convento - arcada


O voo L86 vai efectuar a aterragem